Democratas votarão no desbloqueio da 2ª parte do plano

SÃO PAULO, 13 de janeiro de 2009 - O líder da maioria democrata no Senado norte-americano, Harry Reid, afirmou hoje que contará com os votos necessários para desbloquear nesta semana a segunda metade do plano de recapitalização dos bancos, de US$ 350 bilhões, como havia pedido o presidente eleito Barack Obama.

Reid destacou que a votação deve acontecer "antes de domingo". A equipe de Obama planeja utilizar a segunda parcela de US$ 350 bilhões para conter a crise do crédito e estimular o investimento e o consumo. Além disso, medidas devem ser tomadas para limitar as quebras no setor imobiliário.

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, havia pedido formalmente ao Congresso, na segunda-feira, a liberação da segunda parte do pacote de US$ 700 bilhões, após uma solicitação neste sentido do presidente eleito, Barack Obama.

O documento salientava que o pedido de liberação da segunda parte do fundo de socorro financeiro havia sido feito para atender um "requerimento do presidente eleito", que tomará posse em 20 de janeiro.

O plano, proposto pelo atual secretário do Tesouro, Henry Paulson, foi aprovado em outubro passado para socorrer o sistema financeiro, com o objetivo de reativar o crédito e estimular o investimento e o consumo nos Estados Unidos.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)