Socorro a GMAC pode animar mercados pelo mundo

SÃO PAULO, 30 de dezembro de 2008 - O Ibovespa, principal índice acionário da BM&FBovespa, pode ser impulsionado hoje pelo repercussão positiva, no mundo todo, da ajuda de US$ 6 bilhões anunciada na noite passada pelo governo dos Estados Unidos a GMAC - financeira da fabricante de carros General Motors. Instantes atrás, o Ibovespa futuro apontava abertura em alta. Na véspera, a bolsa de valores brasileira fechou com discreta alta de 0,53%, aos 37.060 pontos.

A iniciativa norte-americana já imapcta positivamente nas bolsas européias, que operam em alta pelo segundo dia consecutivo. Há pouco, a Bolsa da Alemanha subia 1,65%, enquanto em Londres a alta era de 0,78%. E contribuiram para que praças importantes na Ásia terminassem a última sessão do ano em território positivo. O mercado futuro de Wall Street também sinaliza para uma abertura em alta: o Dow Jones subia 0,26% e o Nasdaq avançava 0,60%.

No entanto, apesar do compasso de espera, devido as festas e férias de fim de ano, os poucos investidores na ativa devem acompanhar atentamente outras notícias vindas dos EUA. Por lá, serão divulgados ainda hoje os dados sobre a confiança do consumidor norte-americano e também informações sobre preços de imóveis no hemisfério norte.

No plano doméstico, o destaque fica por conta do Banco Central (BC) que deve divulgar a Nota de Política Fiscal que contem o resultado do superávit primário e da relação dívida/ Produto Interno Bruto (PIB). Ainda, internamente, deve pautar os negócios a Índice de Confiança da Indústria (ICI) que caiu 11%, para 74,7 pontos em dezembro - o pior patamar desde outubro de 1998.

(Vanessa Stecanella - InvestNews)