Republicanos audiências públicas antes de aprovar plano de Obama

Agência AFP

WASHINGTON - Republicanos influentes no Congresso dos Estados Unidos pediram, na noite de segunda-feira, tempo e audiências públicas antes da busca da aprovação para o bilionário plano democrata de estímulo econômico do presidente eleito, Barack Obama, que tomará posse em 20 de janeiro.

O presidente eleito e os congressistas democratas gostariam de ter preparado um pacote de até US$ 850 bilhões para quando o partido assumir o governo, com o objetivo de colocar a economia no topo da agenda.

- Atualmente os americanos têm mais incertezas que repostas sobre estes gastos sem precedentes do governo anunciado pela equipe de Obama- disse o líder da minoria republicana no Senado, Mitch McConnell.

- Acredito que os contribuintes merecem saber muito mais sobre em que será gasto, antes que consideremos a aprovação- acrescentou.

John Boehner, líder da bancada republicana na Câmara de Representantes, afirmou que pedirá à direção democrata que garanta que o projeto de lei não seja enviado para a análise da Câmara sem ter sido submetido a audiências públicas nos comitês apropriados.

Para ele, o texto completo do projeto deve ser colocado à disposição dos americanos na internet durante pelo menos uma semana.

O pacote econômico será a prioridade nos primeiros 100 dias da próxima legislatura, confirmou o líder democrata na Câmara de Representantes, Steny Hoyer.

A imprensa americana destaca que a equipe de Obama prepara um projeto de lei para injetar na economia nacional até 775 bilhões de dólares em dois anos, mas o pacote pode chegar a US$ 850 bilhões nos trâmites legislativos. Algumas fontes chegam a calcular uma série de medidas de um trilhão de dólares.