Wall Street sobe com dados econômicos e Wal-Mart

REUTERS

NOVA YORK - As bolsas de valores dos Estados Unidos operavam em alta nesta quarta-feira, dia de baixo volume, após uma série de dados mostrarem fraqueza da economia, mas não em ritmo tão forte como o temido.

Outro impulso vinha das ações do Wal-Mart, que disse que irá encerrar 63 disputas trabalhistas.

Entre os dados do dia, o gasto do consumidor do país teve queda de 0,6%, depois de cair 1% em outubro, enquanto a renda caiu 0,2% em novembro após subir 0,1% no mês anterior. As encomendas de bens duráveis nos Estados Unidos recuaram 1% em novembro, menos que o esperado.

Um terceiro relatório informou que os novos pedidos de auxílio-desemprego saltaram em 30 mil, para o maior patamar em 26 anos, a 586 mil, na semana passada.

- Certamente estamos em um período no qual veremos fracos dados econômicos- disse Tim Ghriskey, chefe de investimentos do Solaris Asset Management.

- Mas este é um sistema financeiro que pode se recuperar com ações que têm algum valor- disse.

O Dow Jones subia 0,53%, a 8.464 pontos. O Standard & Poor's 500 avançava 0,47%, a 867 pontos. O Nasdaq tinha variação positiva de 0,08%, a 1.522 pontos.

O volume do pregão era pequeno e a sessão será menor, se encerrando às 16h (horário de Brasília).