Construção de imóveis recua 79% em outubro

SÃO PAULO, 24 de dezembro de 2008 - A construção de novas residências na Coréia do Sul recuou 79% em outubro deste ano, em comparação com o mesmo período do ano anterior, para 21.746 unidades. O resultado é atribuído a diminuição dos projetos por parte de construtoras, afetadas pela falta de liquidez no mercado local e pela crise na economia mundial.

Nos meses anteriores, a construção de novas residências na Coréia do Sul caiu 66% em setembro e 54% em agosto, em comparação ao mesmo período de 2007. O governo sul-coreano agora estima por uma redução nos preços dos imóveis, principalmente por conta deste resultado.

Os preços de residências na Coréia do Sul caíram 0,1% em outubro, registrando a primeira quedda mensal em quatro anos, de acordo com o Kookmin Bank. Neste mesmo período, o governo sul-coreano injetou 8 bilhões de wons (US$ 6,06 bilhões) para adquirir terras e residências de construtoras e minimizar os efeitos da crise sobre o setor imobiliário local.

(Redação - InvestNews)