Produção de aço bruto cai quase 20% no Brasil em novembro

REUTERS

REUTERS - O Brasil registrou em novembro uma queda de quase 20% na produção de aço bruto na comparação com o mês anterior, informou o Instituto Brasileiro de Siderurgia (IBS) nesta terça-feira.

Segundo os dados da entidade, a produção de aço bruto no mês passado somou 2,32 milhões de t, 19,8% abaixo do produzido em outubro. No ano até novembro, a produção de 32,1 milhões de t ainda representa acréscimo de 4,2% sobre igual período de 2007, refletindo o forte crescimento observado até setembro.

- Essa queda decorre das paralisações totais ou parciais de algumas usinas para programas de manutenção já agendados ou antecipados devido à queda do mercado, informou o IBS.

No final de novembro, a Gerdau, segunda maior produtora de aços longos do mundo, anunciou que esperava uma queda de 24% nas entregas do grupo no quarto trimestre em relação ao mesmo período do ano passado.

Mais recentemente, a Usiminas, responsável por 40% do aço plano consumido no Brasil, anunciou que decidiu antecipar de junho de 2009 para dezembro deste ano parada de manutenção do alto-forno 2 de usina em Ipatinga (MG). E a Companhia Siderúrgica Nacional informou em meados deste mês que vai dar férias coletivas para 2 mil funcionários e paralisar algumas unidades de produção por 20 dias a partir da segunda-feira.

Em outubro, o IBS havia informado que a produção de aço bruto no País havia caído 3,7% em relação a setembro. Enquanto isso, a América Latina viu sua produção total cair 1,95% no período, segundo dados citados pelo IBS.

O instituto afirmou nesta terça-feira que a produção de aços laminados em novembro somou 1,73 milhão de t, uma queda de 26% sobre outubro. No acumulado do ano, a produção no segmento alcançou 23,8 milhões de t, crescimento tímido de 0,6 por cento em relação ao mesmo período do ano passado.

As vendas internas de laminados em novembro atingiram 1,4 milhão de t, representando recuo de 26% sobre outubro e de 24% sobre igual mês de 2007. Mas nos primeiros 11 meses do ano, as vendas no mercado doméstico de laminados somam 20,1 milhões de t, crescimento de 10,4% sobre igual período de 2007.

Enquanto isso, as vendas externas de 154,3 mil t de laminados em novembro mostraram queda acentuada de 57,6% sobre o volume exportado no mesmo mês do ano passado.