Investimento na agricultura empresarial cresce 52%

SÃO PAULO, 23 de dezembro de 2008 - O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informou hoje que a liberação do crédito oficial para investimento da agricultura empresarial cresceu 52% entre julho e novembro de 2008, ante o mesmo período da safra anterior, totalizando R$ 4 bilhões. Os dados foram apurados pelo Grupo de Acompanhamento de Crédito Rural (GACR), coordenado pela Secretaria de Política Agrícola (SPA/Mapa).

"Esses números representam um desempenho positivo diante das turbulências econômicas em escala mundial que percebemos mais intensamente nesse segundo semestre de 2008", considerou o diretor do Departamento de Economia Agrícola (Deagri) do Mapa, Wilson Vaz de Araújo.

Os financiamentos mais acessados até o momento, com R$ 1,58 bilhão, são os dos programas específicos com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), coordenados pelo Ministério da Agricultura. O valor representa um acréscimo de 20,8% em comparação ao desembolsado no ciclo 2007/2008.

Dentre eles destacam-se o Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção (Prodecoop) e o Programa de Modernização da Frota de Tratores Agrícolas e Implementos Associados e Colheitadeiras (Moderfrota), com respectivamente 31,5% e 34% a mais de recursos aplicados.

Os contratos para custeio e comercialização a juros controlados atingiram, de julho a novembro de 2008, mais de R$ 20,56 bilhões, um aumento de 3,1% em relação ao ano passado.

Somando-se os recursos para investimento, crédito e comercialização foi constatado aumento de 8,1% no volume destinado no período a agricultura empresarial em relação a safra passada.

De acordo com Wilson Araújo, a eficiência das medidas adotadas pelo governo federal nos últimos meses permite manter boas expectativas para o desempenho do crédito já no primeiro semestre de 2009. "Sobretudo no financiamento da safra de inverno e no amparo à comercialização", completou.

(Redação - InvestNews)