Expectativa de Selic menor reduz prêmio dos DIs

SÃO PAULO, 23 de dezembro de 2008 - Novos dados de inflação mostrando desaceleração contribuíram para mais um dia de ajuste para baixo na curva de juros futuros. O contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro de 2009, um dos mais líquido, apontou taxa anual de 13,51%, ante 13,54% do ajuste anterior.

Logo cedo, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou que o Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) teve variação de 0,61% na terceira quadrissemana deste mês, ante 0,73% na coleta encerrada em 15 de dezembro. A taxa ficou abaixo das estimativas dos analistas, que esperavam um resultado de 0,67%.

Diante do arrefecimento das pressões inflacionárias, profissionais de renda fixa alimentam as apostas de que o afrouxamento monetário está bem próximo. Para a economista-chefe da Arkhe DTVM, Inês Filipa, o Comitê de Política Monetária (Copom) deve reduzir a Selic em 0,50 ponto percentual (p.p.) na reunião de janeiro. Já André Perfeito, economista da corretora Gradual, é mais agressivo e aposta em corte de 0,75 p.p. já no próximo encontro.

As sinalizações de que o juro vai cair em breve se acumulam desde a semana passada, após a divulgação da ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), e ganharam impulso adicional ontem com o Boletim Focus e o relatório trimestral de inflação.

(Simone e Silva Bernardino - InvestNews)