Exportação suína é interrompida nas Filipinas após foco de ebola

SÃO PAULO, 11 de dezembro de 2008 - As autoridades sanitárias das Filipinas suspenderam temporariamente a exportação de porcos após detectar um foco do vírus ebola-reston, que não afeta humanos, em três fazendas no norte do país, informaram hoje fontes oficiais.

O Ministério da Agricultura colocou em quarentena as fazendas afetadas e confirmou que todos os trabalhadores expostos ao vírus passaram por exames médicos, que deram negativo. O governo não retomará as exportações suínas até que conheça o alcance da praga.

A cepa Reston do ebola foi descoberta em 1989 na cidade americana de mesmo nome, em um grupo de 100 macacos que tinham sido importados das Filipinas.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)