Decisão de manter taxa é inoportuna, diz Anefac

SÃO PAULO, 10 de dezembro de 2008 - A decisão da diretoria do Banco Central de manter inalterada (em 13,75%) a taxa de juros básica Selic foi considerada inoportuna e equivocada dado o quadro econômico atual em que todos os indicadores vêm apontando queda brusca na atividade econômica e o recuo expressivo da produção industrial, o que demonstra e exige uma ação mais agressiva do BC na redução dos juros básicos, segundo Miguel José Ribeiro de Oliveira, vice-Presidente da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade).

De acordo com o especialista, a grande volatilidade na bolsa de valores e no câmbio, o enxugamento da liquidez, a escassez de crédito e a forte desaceleração econômica mundial, que se inicia, bem como a fuga de capitais representam 'perigo à vista'. Assim sendo não é o momento de se 'jogar lenha na fogueira', trazendo mais instabilidade ao mercado com uma decisão equivocada, informou em comunicado.

"Este é o momento do BC ousar como aliás ousaram todos os principais Bancos Centrais do mundo, quando recentemente mesmo com o risco de uma inflação maior resolveram de forma inédita reduzir suas taxas de juros para evitar exatamente esta desaceleração econômica", comenta.

(Redação - InvestNews)