Braskem reduz utilização de unidades

SÃO PAULO, 10 de dezembro de 2008 - A Braskem reduziu, temporariamente, as taxas de utilização de capacidade das plantas da Unidade de petroquímicos básicos, visando a normalizar os níveis de estoques mais elevados, em razão da diminuição pontual da demanda internacional e do movimento de desestocagem da cadeia produtiva da petroquímica e dos plásticos no País.

Segundo a empresa, desde o início desta semana, apenas uma das duas linhas de produção de Camaçari (BA) e uma das duas linhas de produção Triunfo (RS) estão em atividade. Dessa forma, a produção de eteno, matéria-prima de produtos como polietileno e PVC, foi reduzida para 55% da capacidade, que é de 2,5 milhões de toneladas por ano.

"Esse ajuste deve perdurar até o final de dezembro, quando a situação da demanda e dos estoques será reavaliada", diz um comunicado. A redução de atividade na Unidade de Petroquímicos Básicos impacta na mesma proporção da utilização de capacidades na Unidade de Poliolefinas, responsável pelos negócios de polietileno e polipropileno.

Na Unidade de Vinílicos, a produção de PVC se mantém em ritmo normal. "A Braskem acredita que essa situação é transitória e espera poder retomar o mais breve possível o patamar usual de operação de suas unidades produtivas."

(Redação - InvestNews)