Sindicato: setor de autopeças deve ter 8,2 mil demissões no 4º tri

Portal Terra

SÃO PAULO - Cerca de 8,2 mil funcionários do setor de autopeças devem perder o emprego no último trimestre deste ano, de acordo com sondagem realizada pelo Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos (Sindipeças) para avaliar os impactos da crise financeira na economia nacional.

Segundo o levantamento feito com 95 empresas, que representam aproximadamente 41% do faturamento do setor, a indústria de autopeças deve ter em dezembro 223,7 mil trabalhadores, frente 231,9 empregados em setembro.

O Sindipeças ressalta que o número de funcionários é 3,2% maior que o verificado em 2007, mas representa uma queda significativa nas previsões de 8,3% de crescimento feitas em agosto. Além disso, a entidade apontou que 100% das empresas consultadas darão pelo menos 16 dias de férias coletivas em dezembro.

Para o presidente do sindicato, Paulo Butori, a situação pode piorar.

- É preciso ter muita calma e equilíbrio para não tomar decisões precipitadas, nem ficar apenas olhando a tempestade pela janela. O primeiro trimestre do ano que vem será muito difícil- afirmou.

Ainda de acordo com a pesquisa, 48% das empresas informaram que manterão o nível de investimento programado para 2009, enquanto 46% vão reduzir e apenas 6%, aumentar. O Sindipeças acredita que o faturamento do setor pode chegar a R$ 74,4 bilhões neste ano.