Europa: bolsas recuam por dados econômicos fracos

REUTERS

LONDRES - Os mercados europeus operavam em queda nesta quarta-feira, com os investidores repercutindo dados econômicos que mostraram uma queda recorde na atividade do setor de serviços na zona do euro em novembro. Uma das quedas mais fortes era do grupo de eletricidade EDF, que se ofereceu para comprar uma participação de 50% nos negócios com energia nuclear do Constellation Energy Group.

Às 8h14 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst caía 1,87%, a 809 pontos, tendo subido 1,8% no dia anterior. Os papéis da EDF caíam cerca de 5,5%, sendo os que mais tiravam pontos do indicador.

Ações ligadas ao setor petrolífero também se destacavam entre as perdas, com BP, Royal Dutch Shell e Total perdendo entre 2% e 4%. O preço do petróleo exibia alta de 0,6%, para US$ 47,23 o barril, recuperando-se de queda de 5% na véspera.

Investidores aguardam dados de vendas do varejo para a zona do euro e dados do setor de serviços nos Estados Unidos.

- Os mercados ainda parecem estar muito fracos- disse Justin Urquhart Stewart, diretor de investimento da Seven Investment Management.

- Vendas no varejo serão mais fracas e os dados do setor de serviços apresentarão forte queda- acrescentou.

- Os mercados não estão focando em nenhuma das boas notícias e as boas notícias são que as taxas de juro estão sendo cortadas, os preços de commodities estão caindo, planos de estímulo estão sendo montados e bancos estão recebendo suporte. Mas os mercados estão se sentindo muito abatidos- concluiu.