Estatal assina contrato para construir P-55

SÃO PAULO, 3 de dezembro de 2008 - A Petrobras assinou o contrato de integração do casco com os módulos de processo para a construção da Plataforma P-55, no valor de US$ 857 milhões, com o consórcio Top-55, formado pela Construtora Queiroz Galvão, UTC Engenharia e IESA Óleo e Gás. A cerimônia de assinatura foi realizada, na última segunda-feira (1°), na área de Engenharia da Petrobras, no Rio de Janeiro.

A integração da plataforma, que é do tipo semi-submersível, será realizada no Estaleiro Rio Grande, no município gaúcho de Rio Grande. O valor total para construção da P-55 será de aproximadamente US$ 1,65 bilhão. O início de operação está previsto para 2011, no campo gigante de Roncador, na Bacia de Campos.

A construção do casco foi iniciada em agosto, em Pernambuco, no Estaleiro Atlântico Sul. No dia 21 de novembro foram assinados com a empresa UTC Engenharia os contratos para construção do Módulo de Compressão Booster e Desidratação de Gás e do Módulo de Amina, no valor aproximado de US$ 54 milhões e US$ 60 milhões, respectivamente.

Os outros contratos foram assinados com a empresa Iesa em 27 de outubro para construção do Módulo de Redução de Sulfato, no valor de US$ 62 milhões, e do Módulo de Compressão, no valor de US$ 95 milhões, e as obras serão realizadas na cidade de Rio Grande (RS).

(Redação - InvestNews)