Produção de aço deve cair até 15% em 2009, segundo pesquisa

REUTERS

PARIS - A produção global de aço deverá cair entre 10% e 15% em 2009, enquanto a perspectiva para a demanda se deteriora, afirmou o grupo de pesquisa World Steel Dynamics nesta terça-feira.

- As perspectivas para o período de um ano são terríveis - disse Peter Marcus, sócio da WSD, numa conferência de aço em Paris. - Em dois anos as perspectivas são melhores; em três anos é positiva e em cinco anos são muito favoráveis - afirmou.

O pior cenário trabalhado pelo grupo prevê uma queda na produção de 22% em 2009, enquanto na melhor das hipóteses a projeção é de uma retração de 3%.

Para 2008, o WSD prevê uma produção de 1,34 bilhão de toneladas, queda de 0,4% em relação a 2007. Para o último trimestre do ano, a expectativa é de declínio de 14,7% contra o mesmo período do ano passado.

"Investimentos em projetos estão sendo cancelados e adiados; a construção comercial e de residências está em queda; a produção de bens com uso intensivo de aço, como contêineres e navios, está baixa e o gasto de capital das nações ricas em petróleo poderá ser lento devido ao menor preço do petróleo", informou o WSD em um relatório.