IPC-S desacelera em quatro das sete capitais pesquisadas

Agência Brasil

BRASÍLIA - A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) desacelerou na última semana de novembro em quatro das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Entre elas, está São Paulo, que tem o maior peso na formação do índice.

Em comunicado divulgado nesta terça-feira, a FGV informa que em relação à semana encerrada em 22 de novembro, os preços apurados até 30 de novembro subiram com menos intensidade em Brasília (de 1,01% para 0,80%), Salvador (de 0,34% para 0,22%), São Paulo (de 0,51% para 0,42%) e Porto Alegre (de 0,91% para 0,87%).

Em contrapartida, houve aceleração da inflação em Recife (de 0,26% para 0,39%), Belo Horizonte (de 0,72% para 0,74%) e Rio de Janeiro (de 0,71% para 0,85%).

Na média das sete capitais, o IPC-S de 30 de novembro ficou em 0,56%, 0,01 ponto percentual abaixo da taxa apurada na semana anterior. O recuo, segundo a Fundação Getulio Vargas, foi puxado pela desaceleração dos preços dos alimentos e de itens do grupo educação, leitura e recreação, como ingressos para salas de espetáculos (de 0,63% para -0,16%).

Para calcular o IPC-S, a Fundação Getulio Vargas coleta preços de aproximadamente 450 produtos e serviços usados por famílias com renda mensal de um a 33 salários mínimos residentes em Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.