Fundo tem nota de Extremamente Forte contra perdas

SÃO PAULO, 2 de dezembro de 2008 - A Standard & Poor's atribuiu hoje o rating preliminar "brAAAf", em sua Escala Nacional Brasil, ao Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Energisa 2008 (FIDC Energisa 2008). Segundo a S&P, a classificação expressa a qualidade geral de crédito da carteira, com base no histórico de inadimplência e de transição. A classificação preliminar indica ainda que a estrutura, os mecanismos de reforço de qualidade de crédito, bem como a qualidade dos ativos que servem de lastro a essas cotas fornecem proteção Extremamente Forte contra perdas por inadimplência, baseado em diferentes cenários de estresse.

O FIDC Energisa 2008 será um condomínio fechado com prazo de duração de 12 anos. A primeira série de cotas terá um prazo de duração também de 12 anos. O administrador do fundo permitirá a aquisição de direitos creditórios com base em critérios de elegibilidade, conforme definido no regulamento da carteira. O rendimento-alvo e o valor de face das cotas sêniores serão pagos com o fluxo de caixa gerado pelos direitos creditórios, e por ativos de alta liquidez e baixo risco de crédito. As cotas subordinadas do fundo, não classificadas pela Standard & Poor's, somente poderão ser amortizadas ou resgatadas após a amortização total das cotas seniores.

A Energisa é uma holding prestadora de serviços corporativos com participações em cinco distribuidoras de energia elétrica. O grupo atende a uma população de 6,5 milhões de pessoas, nos Estados da Paraíba e Sergipe e em algumas regiões do Rio de Janeiro e Minas Gerais.

(Redação - InvestNews)