Apex e Abicab investem para ampliar exportação

SÃO PAULO, 2 de dezembro de 2008 - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Chocolate, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab) informaram que pretendem investir R$ 6,4 milhões em ações de promoção até 2010. O convênio acaba de ser assinado e prevê ampliar as exportações para mercados da Ásia Ocidental, do Leste Europeu e do Oriente Médio.

O projeto beneficiará 26 empresas de grande, médio e pequeno porte que, juntas, representam 43% (17 mil) do total de empregos diretos do setor. São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul serão contemplados com o convênio.

Para este biênio, um dos principais objetivos é aumentar o valor das exportações das empresas participantes do projeto em 10%. As companhias representam 37% (US$ 111 milhões) do total exportado pelo setor.

De acordo com a Abicab, as exportações em 2007 chegaram a US$ 300 milhões, com a venda de 158 mil toneladas. Os 10 maiores compradores são Estados Unidos, Argentina, Paraguai, África do Sul, Canadá, Uruguai, Venezuela, Bolívia, Angola e Chile.

O setor recebe apoio da Apex-Brasil desde a criação da Agência, em 1998, e exporta para aproximadamente 150 países. Este projeto deve priorizar alguns mercados, onde foram identificadas oportunidades de negócios, tais como: China, Cingapura, Índia, Indonésia, Argélia, Oriente Médio, União Européia, Argentina, México e Estados Unidos. Estão previstas várias ações de promoção comercial, como a participação em feiras internacionais como ISM e Anuga, na Alemanha, e a Sweet Brazil, no Brasil, bem como missões prospectivas e comerciais a Dubai e Cingapura.

(Redação - InvestNews)