Tesouro: EUA desistem de comprar ativos de bancos

REUTERS

NOVA YORK - O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Henry Paulson, anunciou nesta quarta-feira que o governo desistirá de seu plano de compra de ativos não vendáveis dos bancos, estimando que é mais eficaz investir diretamente no capital dessas instituições.

Paulson disse que o plano de US$ 700 bilhões se focará agora em continuar com suas injeções de capital nos bancos que precisarem, e também buscará os meios para ajudar o setor financeiro "não-bancário" dentro do Programa de Ajuda para Ativos em Dificuldades (TARP, sigla em inglês).

- Nas semanas passadas examinamos os benefícios relativos a comprar ativos não vendáveis relaiconados com as hipotecas- afirmou.

- Nossa conclusão agora é que não se trata do meio mais efetivo para usar os fundos do Tarp, mas continuaremos examnando se a compra de ativos precisos pode ter um papel positivo-acrescentou o chefe do Tesouro.