PDG Realty lucra 225% mais no 3º trim

SÃO PAULO, 12 de novembro de 2008 - A PDG Realty registrou lucro líquido de R$ 69,15 milhões no terceiro trimestre deste ano, o equivalente a um crescimento de 225% em relação ao mesmo período de 2007. No ano, a companhia acumula resultado positivo de R$ 183,8 milhões, 133% maior que o obtido até setembro de 2007.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) somou R$ 94,56 milhões no terceiro trimestre, um acréscimo de 114% frente igual período do ano passado, sendo que a margem Ebitida passou de 26,1% para 27,9% na mesma comparação. Em 2008, o Ebitda acumulado é de R$ 240,84 milhões, 139% acima do registrado no mesmo período do ano anterior. Já a margem Ebitda anual está em 27,9%.

Apesar do resultado positivo, as vendas contratadas da companhia recuaram 26% no terceiro trimestre, face igual período de 2007, para R$ 685,01 milhões. No entanto, no ano, houve crescimento de 35%, ante os nove primeiros meses de 2007, passando de R$ 1,6 bilhão para R$ 2,2 bilhões.

Já o valor geral de vendas (VGV) lançado aumentou 1%, de R$ 981 milhões para R$ 992,8 milhões na comparação trimestral. Se considerado o desempenho anual, o VGV cresceu 49%, de R$ 1,8 bilhão para R$ 2,7 bilhões.

Em setembro, o landbank pro rata PDG Realty totalizava R$ 7,4 bilhões (distribuídos em 303 projetos), representando um crescimento de 54% em relação ao landbank do terceiro trimestre do ano passado e uma redução de 13% quando comparado ao segundo trimestre deste ano (R$ 8,5 bilhões). "Esta redução é fruto de uma política conservadora de exposição de caixa, sendo que, abrimos mão de exercer algumas opções de compra de terrenos que resultariam em desembolsos de caixa. Ressaltamos que continuamos a apresentar um nível confortável de landbank, nos garantindo entre 2 e 3 anos de lançamentos futuros e que o mercado apresenta hoje melhores condições para dos compradores de terreno", destaca a administração da companhia em comunicado.

<PDGR>

(VS - InvestNews)