É preciso evitar crise e reduzir juro, diz Alencar

Agência Brasil

BRASÍLIA - O presidente em exercício José Alencar alertou na última terça-feira que é preciso evitar uma "onda de crises" no País por causa das turbulências no sistema financeiro internacional. Ele voltou a garantir que o governo está preparado para enfrentar a crise no mercado financeiro e mais uma vez defendeu a redução da taxa de juros.

- Não podemos permitir que haja uma onda de crises, porque crise contagia. Temos que levantar a cabeça e sair dela (crise) da melhor maneira possível- afirmou ao ser questionado sobre declarações de que os recursos liberados pelo governo recentemente não são suficientes para garantir o crédito.

Com relação aos juros, se devem cair como defende o ministro da Fazenda, Guido Mantega, ou se devem ficar no patamar atual, como defende o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, José Alencar disse que a questão vai além de um debate.

- A taxa básica de juros no Brasil é várias vezes superior à taxa básica real média do mundo. Não tem que estar nesse patamar. Tem que mudar. Isso exige não apenas mais um problema de discussão se cai 0,25 ponto percentual ou se sobe 0,25 ponto. Temos que romper com o regime de juros no Brasil para trazer para o patamar internacional- afirmou.

As declarações do presidente em exercício José Alencar foram dadas ao chegar em um hotel para o Seminário Internacional de Planejamento Territorial no Brasil.