Governo sul-coreano elevará preços de eletricidade e gás

SÃO PAULO, 11 de novembro de 2008 - A Coréia do Sul elevará as tarifas de eletricidade e os preços do gás nesta semana, principalmente devido à alta nos preços da energia nos mercados internacionais, segundo informou hoje a agência de notícias Yonhap, citando dados do governo sul-coreano.

Os custos de eletricidade aumentarão em média 4,5% a partir de quinta-feira, enquanto os preços do gás serão elevados em 7,3% a partir de sábado, informou o Ministério da Economia do Conhecimento da Coréia do Sul.

O reajuste nos preços já era discutido pelo governo sul-coreano e servirá para cobrir as perdas das companhias estatais, inclusive da Corporação de Energia Elétrica da Coréia do Sul e da Corporação de Gás da Coréia do Sul, que sofreram com o aumento dos custos de energia no mercado internacional.

Apesar das perdas registradas nos meses anteriores, o governo controlou o aumento dos preços, já que a elevação nos custos de energia poderiam acentuar ainda mais as pressões inflacionárias no país asiático. Na Coréia do Sul, os preços relacionados à energia são controlados pelo governo.

De acordo com as autoridades sul-coreanas, o aumento foi proporcionado pelos sinais de que a inflação no país se desacelera na medida em que diminuem as preocupações com uma desaceleração na economia mundial.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) sul-coreano avançou 4,8% em outubro, registrando o menor ritmo em seis meses, em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo informações divulgadas pelo Escritório Nacional de Estatísticas da Coréia do Sul. Em setembro, o crescimento observado foi de 5,1%.

(Redação - InvestNews)