Fed concede a American Express status de holding bancário

SÃO PAULO, 11 de novembro de 2008 - O Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) aprovou ontem a noite a conversão da American Express em um banco comercial, o que lhe permitirá se beneficiar dos programas de financiamento de baixo custo da autoridade monetária.

"Diante das incomuns e exigentes circunstâncias que afetam os mercados financeiros e dos demais fatos e realidades, a Junta (executiva do Fed) decidiu que existem condições de tal urgência que justificam atuar rapidamente sobre esta solicitação", destacou o Fed em comunicado.

A autoridade monetária norte-americana aceitou o pedido da gigante de cartões de crédito depois que, em setembro, os bancos de investimento Goldman Sachs e Morgan Stanley fizeram o mesmo. Ao tomar esta medida, as duas entidades de investimento adquiriram a capacidade de tomar emprestado o dinheiro do Fed e, além disso, construir uma carteira de depósitos de clientes, com a idéia de equilibrar seus balanços, terrivelmente afetados pela crise financeira.

A American Express seguiu os mesmos passos, depois que em outubro reportou uma queda em seu lucro trimestral de 24% devido ao menor uso dos cartões e às maiores dificuldades de seus clientes para devolver o crédito. Esta situação fez com que a empresa enfrentasse dificuldades para colocar sua dívida no mercado, e, portanto, para obter financiamento.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)