IPC-S tem amior alta desde a 4ª semana de julho

SÃO PAULO, 3 de novembro de 2008 - O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) subiu 0,47% em 31 de outubro, superando em 0,13 ponto percentual a coleta encerrada em 22 de outubro. Este foi o maior resultado desde a quarta semana de julho de 2008, quando o índice registrou variação de 0,53%, informou nesta manhã a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Alimentação (0,41% para 0,83%) foi a classe de despesa que mais contribuiu para o acréscimo do índice. Segundo a FGV, 13 dos 21 gêneros alimentícios componentes tiveram remarcação de preços, sendo que os destaques foram: Carnes Bovinas (2,82% para 3,97%), Hortaliças e Legumes (-3,33% para -2,13%) e Laticínios (-1,04% para -0,21%).

Os grupos Educação, Leitura e Recreação (0,06% para 0,17%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,35% para 0,42%), Vestuário (0,83% para 0,88%) e Habitação (0,39% para 0,42%) também registraram aumento. Para cada uma destas classes de despesa, vale destacar o comportamento dos itens: Hotéis (1,22% para 1,30%), Medicamentos em Geral (0,03% para 0,30%), Roupas (1,12% para 1,31%) e Tarifa de Eletricidade Residencial (-0,25% para 0,02%), respectivamente.

Em contrapartida, os grupos Transportes (0,12% para 0,08%) e Despesas Diversas (0,11% para -0,14%) apresentaram queda nos preços. De acordo com a FGV, os itens que mais contribuíram para este movimento foram: Seguro Facultativo para Veículo (1,31% para 0,76%) e Cigarros (1,61% para 1,05%), nesta ordem.

(VS - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais