Taxa de desemprego cai para 4,0% em setembro no Japão

SÃO PAULO, 31 de outubro de 2008 - A taxa de desemprego no Japão recuou para 4,0% em setembro, em relação ao mês anterior, quando registrou 4,2%, informou hoje o Ministério das Relações Internas e Comunicações do país asiático.

Porém, o governo nipônico declarou que o índice divulgado não representa uma expansão no mercado de trabalho local. De acordo com as autoridades japonesas, a queda observada é resultado, entre outros fatores, do avanço na contratação de mulheres para trabalhos temporários influenciado pelo desaquecimento na economia.

Já em relação ao mesmo período do ano anterior, o número de desempregados manteve-se praticamente estável no Japão. Segundo relatório preliminar divulgado pelo governo, o número de pessoas sem emprego subiu para 2,71 milhões no último mês, 20.000 a mais do que em setembro de 2007.

De acordo com informações do Ministério de Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social do país asiático, a proporção entre ofertas de trabalho e o número de pessoas em busca de emprego ficou em 0,84% no último mês, ante 0,86% registrado em agosto. Isso significa que havia 84 ofertas para cada 100 pessoas à procura de trabalho em setembro.

O governo do Japão também informou que o número de ofertas de trabalho no último mês recuou 2,5%, em relação ao mês anterior, enquanto o número de pessoas que buscaram emprego subiu 0,6%.

Já a quantidade de novas ofertas de trabalho caiu 13,4% em setembro no país asiático, em comparação ao mesmo período de 2007.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais