Petrobras participa de exploração em Cuba

SÃO PAULO, 31 de outubro de 2008 - A Petrobras e a Companhia Cubana de Petróleo (Cupet) assinaram, nesta sexta-feira, em Havana, um contrato de partilha para exploração e produção de petróleo do Bloco 37, no mar de Cuba, ao norte do país, região de Varadero.

O contrato foi assinado pelo presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo, e o diretor da Cupet Comercial, Rafael Arias Batista, na presença dos presidentes do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e de Cuba, Raul Castro.

O documento resulta de negociação entre as duas companhias e prevê 32 anos de duração, sendo sete anos para exploração e 25 para produção.

O bloco 37 tem extensão de 1.600 quilômetros quadrados, está entre três e 12 quilômetros de distância da costa e profundidade de 500 a 1.600m. O bloco está localizado próximo às reservas cubanas de petróleo em terra.

A fase de exploração será dividida em quatro períodos com duração entre 18 e 24 meses cada um. Ao fim de cada período, a Petrobras poderá avaliar sua permanência no negócio.

O investimento inicial é de US$ 8 milhões. Em caso de descoberta de reservas, a Cupet terá opção de participar pagando pelos investimentos passados e futuros correspondentes ao custo para exploração, desenvolvimento do campo e produção.

(Redação - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais