Europa: ações caem com peso de commodities e teles

REUTERS

LONDRES - As ações européias se desvalorizavam nesta sexta-feira depois de três sessões seguidas de ganhos. Os negócios eram pressionados por queda de papéis de companhias ligadas a commodities, que recuavam seguindo preços mais baixos do petróleo e de metais, e por baixa em empresas de telecomunicações.

Às 7h45 (horário de Brasília), o principal índice de ações européias FTSEurofirst 300 registrava desvalorização de 0,94%, para 895 pontos, depois de ter fechado em alta de 0,7% na véspera.

Nos mercados regionais, em Londres o Footsie 100 tinha queda de 1,56%, enquanto o DAX, de Frankfurt, caía 0,78% e, em Paris, o CAC-40 recuava 1,99%.

Os preços do petróleo caíam 3,93%, o cobre se desvalorizava em 7% e o alumínio registrava queda de 2,3%.

Com isso, ações das mineradoras BHP Billiton, Anglo American, Vedanta Resources, Kazakhmys, Xstrata, e Rio Tinto caíam entre 2% e 5%.

As ações de alguns bancos também estavam sob pressão. O HSBC caía 5%, enquanto o Credit Suisse recuava 1,6%. Os papéis do Barclays, que chegaram a disparar 9% depois da instituição ter anunciado uma proposta para levantar até 7,3 bilhões de libras de capital adicional de investidores institucionais e estratégicos, recuavam 3,8%.

O banco também informou que o lucro do grupo antes de impostos para os nove meses que terminaram em 30 de setembro foi levemente superior a 2007.

O grupo britânico de telecomunicações BT Group despencava 24,63%, depois da companhia ter informado que não cumprirá estimativas de lucro para o segundo trimestre, devido a um baixo desempenho da unidade de serviços globais.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais