FMI está atento para ajudar emergentes, garante Strauss-Khan

Agência AFP

LONDRES - O Fundo Monetário Internacional (FMI) está disposto a ajudar os países emergentes afetados pela crise financeira, garantiu seu diretor-geral, Dominique Strauss-Kahn, em entrevista que será publicada nesta sexta-feira no jornal Financial Times.

- A crise atinge atualmente vários países emergentes e alguns já estão enfrentando problemas na balança de pagamentos - declarou Strauss-Kahn.

- Alguns países, ao que parece, têm problemas devido à fuga de capitais privados de investidores estrangeiros, ou pela redução das linhas de crédito por parte de bancos estrangeiros.

- Estamos dispostos a apoiar estas economias e já discutimos com alguns destes países emergentes.

O ex-ministro francês das Finanças acrescentou que não se opõe a que os países asiáticos tentem se apoiar mutuamente, na medida em que suas ações sejam "coordenadas com as instituições multilaterais".