UE quer retomar idéida de supervisão financeira continental

Agência AFP

BRUXELAS - Os chefes de Estado e de Governo europeus desejam retomar nesta quinta-feira a controversa idéia de uma supervisão coordenada dos mercados na Europa, que atualmente acontece a nível nacional, segundo um projeto de conclusões da reunião de Bruxelas obtido pela AFP.

No documento, os 27 países da União Européia (UE) destacam 'a necessidade de reforçar a supervisão do setor financeiro europeu, especialmente dos grupos transnacionais, para desenvolver um sistema coordenado de supervisão a nível europeu'.

Os líderes europeus desejam que os supervisores nacionais dos países se reúnam pelo menos uma vez por mês para trocar informações.

Como parte das medidas contra a atual situação, a UE também pretende criar uma "célula de crise financeira" que os governos poderão consultar a qualquer momento em caso de dificuldade, segundo o mesmo projeto.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais