Órgão europeu pode flexibilizar regras de Solvência II

SÃO PAULO, 16 de outubro de 2008 - O Financial Service Authority (FSA), órgão regulador de serviços financeiros independente, informou que está em discussão uma possível flexibilização dos requerimentos das regras de Solvência II para as seguradoras da Comunidade Européia que tiverem dificuldades de cumprir a exigência de capital determinada para 2010.

Segundo divulgou o jornal britânico Financial Times hoje, a FSA entendeu o pedido da Association of British Insurers (ABI), que mostrou a dificuldade trazida para todo o mundo com a falta de liquidez causada pela crise financeira, dificultando assim aportes de capital, seja por IPO, acionistas e até mesmo compra de resseguro.

Na União Européia, o projeto de solvência começou em 1999 e deverá ser concluído apenas em 2010, com as normas sendo testadas antes de entrarem em vigor. O modelo de solvência europeu é baseado em percentuais fixos sobre prêmios e sinistros. As informações são da Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados e de Capitalização (Fenaseg).

(Redação - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais