Depois de forte volatilidade, índices dos EUA sobem

SÃO PAULO, 16 de outubro de 2008 - As principais praças acionárias norte-americanas encerraram em alta, em um dia de forte volatilidade. As bolsas dos Estados Unidos chegaram a cair mais de 3% durante o pregão. Os índices sofreram influência de dados econômicos, resultados das empresas e declarações sobre possíveis negócios.

Na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE, na sigla em inglês), o índice Dow Jones Industrial Average subiu 4,68%, para 8.979 pontos. O S&P 500 ganhou 4,25%, aos 946 pontos. E na bolsa eletrônica, o índice composto Nasdaq avançou 5,49%, para 1.717 pontos.

O Nasdaq foi impulsionado pelas declarações do CEO da Microsoft, Steve Ballmer, que disse hoje que um acordo entre a Micosoft e o Yahoo! ainda ´faz sentido´. Essas declarações provocaram altas no setor tecnológico, com destaque para a Yahoo! que subiu 10,55%. A Microsoft avançou 5,79%.

Contudo, os dados econômicos não foram animadores. A produção industrial norte-americana caiu 2,8%, em setembro, o que representa a maior queda desde 1974, e a atividade industrial na região da Filadélfia diminuiu, em outubro, ao ritmo mais rápido de quase 20 anos, em um sinal de que a crise no crédito vai prejudicar os produtores.

As ações da General Motors caíram 2,14% e a Home Depot perdeu 5,51%. A Verizon recuou 5,11% e o Citigroup teve desvalorização de 14,61%. O banco anunciou prejuízo de US$ 2,8 bilhões no terceiro trimestre.

(Redação - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais