Mais de 200 empresas brasileiras sofrem com a crise americana

Rose Esquenazi, JB Online

ÍNDIA - O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, afirmou hoje, na Índia, que existem mais 200 empresas brasileiras sofrendo as conseqüências da crise americana, além da Sadia e da Aracruz Celulose, que confirmaram estar em dificuldades.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais