Obama pede que governo atue imediatamente para conter crise

Agência ANSA

WASHINGTON - O candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, endossou hoje as palavras do presidente dos EUA, George W. Bush, e convocou o Congresso a atuar imediatamente para aprovar o pacote de US$ 700 bilhões que pode socorrer a economia americana.

O senador de Illinois disse que 'somente o fato de estar em meio a este desastre é um ultraje' e afirmou que a crise financeira 'é um resultado direto da ganância e da irresponsabilidade de Washington e Wall Street durante anos'.

- Por causa da crise do mercado imobiliário agora estamos em uma situação muito perigosa na qual as instituições financeiras em todo o país têm medo de emprestar dinheiro -disse Obama em um discurso na cidade de Reno, no estado do Nevada.

- Se isso significará a queda de alguns grandes bancos de Wall Street, seria uma coisa. Mas não é isso que significa - explicou.

- O que significa é que, se não atuarmos, será mais difícil para os norte-americanos conseguir uma hipoteca para a própria casa ou um empréstimo para comprar um automóvel ou mandar os filhos para a universidade - explicou.

- As empresas não poderão obter os empréstimos que precisam para abrir novas fábricas ou contratar mais trabalhadores ou pagar os empregados que já têm - acrescentou o democrata.