Bancários param nesta terça-feira

SÃO PAULO, 30 de setembro de 2008 - Mais de 1.300 trabalhadores aprovaram em assembléia realizada na noite de ontem, paralisação de 24 horas para esta terça-feira, e indicativo de greve por tempo indeterminado a partir de 8 de outubro. Os bancários confirmaram o "não" à proposta, dos banqueiros de reajuste salarial de 7,5%, já rejeitada pelo Comando Nacional dos Bancários durante a sétima rodada de negociação, realizada no último dia 24.

A paralisação terá início na região central da cidade de São Paulo e pode se estender para outras regiões. "Os bancários exigem a reabertura das negociações com apresentação por parte dos bancos com a apresentação de uma proposta que contemple aumento real de salários, PLR maior, valorização dos pisos e uma política de Plano de Cargos e Salários (PCS)", disse Luiz Cláudio Marcolino, presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco. "A paralisação será um alerta aos bancos: se não houver avanços nas negociações os bancários irão à greve por tempo indeterminado", advertiu.

(MLC - InvestNews)