IPCA cai para 0,28% com redução de preços do tomate

Portal Terra

SÃO PAULO - O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) apresentou, no mês de agosto, variação de 0,28%, o que representa 0,25 ponto percentual abaixo da taxa do mês de julho (0,53%), segundo divulgou nesta sexta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A queda dos preços dos alimentos foi a principal responsável pela inflação, com baixas no tomate, batata e feijão.

Com esse resultado, o acumulado do ano ficou em 4,48%. No mesmo período do ano passado, havia sido de 2,8%. Nos últimos 12 meses, a variação ficou em 6,17%, abaixo dos 6,37% registrados nos 12 meses anteriores. Já em agosto de 2007, a taxa foi de 0,47%.

O principal responsável pela redução do ritmo de crescimento do IPCA no mês de agosto foi o grupo alimentação e bebidas, que após uma alta de 1,05% em julho, passou para uma variação negativa de 0,18% no mês passado.

Os produtos que se destacaram na redução dos preços foram o tomate (de 10,59% para -36,91%), a batata inglesa (de -6,4% para -6,55%) e o feijão mulatinho (de -2,12% para -6,46%).

A queda nos preços dos alimentos ocorreu na maioria das regiões pesquisadas. Recife apresentou a principal variação negativa, com -0,83%, seguido de Salvador (-0,76%) e Fortaleza (-0,75%).

Já os produtos não alimentícios subiram de 0,38% em julho para 0,42% em agosto, tendo em vista reajustes ocorridos em itens com preços administrados ou controlados. O litro da gasolina ficou 0,25% mais barato, com destaque para Curitiba (-4,72%). Apenas Goiânia mostrou alta significativa, de 6,1%.