Toyota reduz previsão mundial de vendas em 2009

SÃO PAULO, 28 de agosto de 2008 - A japonesa Toyota Motor, segunda maior fabricante de veículos do mundo, reduziu hoje sua previsão de vendas para 2009, principalmente devido à queda na demanda por utilitários esportivos e caminhonetes nos Estados Unidos. De acordo com a montadora, as vendas na maior economia do mundo foram prejudicadas pelos altos preços dos combustíveis.

A Toyota pretende vender 9,7 milhões de veículos no próximo ano, em comparação às 10,4 milhões de unidades estipuladas anteriormente. Para 2008, a companhia manteve sua projeção de vendas em 9,5 milhões de automóveis.

A montadora japonesa suspendeu, durante três meses, a produção dos modelos Tundra e Sequoia nos Estados Unidos, principalmente após os preços da gasolina avançarem 34% no acumulado do ano. Apenas em julho, as vendas destes dois modelos no mercado norte-americano caíram 47%.

De acordo com o presidente da Toyota, Katsuaki Watanabe, os mercados da China, Brasil e Índia serão a grande aposta da montadora para compensar as quedas das demandas na América do Norte e na Europa.

Em 15 de agosto, Bob Carter, gerente-geral da divisão norte-americana da Toyota, prevê que as vendas neste ano terão uma ligeira queda em relação a 2007. No entanto, o executivo se mostrou otimista para os próximos resultados.

(Redação - InvestNews)