Índices domésticos de inflação são destaques

SÃO PAULO, 27 de agosto de 2008 - Novos indicadores de inflação doméstica devem centrar a atenção dos investidores nesta quarta-feira uma vez que a agenda econômica externa não traz indicadores de peso. Há pouco, o Ibovespa com vencimento em outubro registrava valorização de 0,83%, aos 55.810 pontos, nas negociações futuras da BM&FBovespa.

Nesta manhã, o mercado assimila a divulgação do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) e do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M). O IPC, medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe/USP), subiu para 0,35% na terceira quadrissemana de agosto. A taxa é 0,01 ponto percentual maior em relação à inflação de 0,34% registrada na prévia anterior. Já o IGP-M, calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), registrou deflação de 0,32% na terceira prévia de agosto. Em julho, no mesmo período de apuração, houve inflação de 1,76%.

Já no front externo, serão conhecidos os novos pedidos de bens duráveis, indicador referente a julho, e estoques semanais de petróleo. O movimento da commodity será acompanhado de perto pelos investidores. Ontem, o barril de petróleo tipo WTI avançou 1%, influenciado pelo furacão Gustav, que pode adentrar pelo Golfo do México. Além disso, a Rússia - segunda maior produtora petrolífera - reconheceu a independência de duas regiões na Geórgia.

Ontem, o Ibovespa iniciou o dia em alta e se sustentou até o início da tarde. Mas as preocupações com a saúde da economia global foram ampliadas com a divulgação de dados negativos da economia da Alemanha. A alta do preço do petróleo acabou ajudando no comportamento de alta nos preços das ações da Petrobras, mas não o suficiente para manter a bolsa paulista no azul.

"Como o nervosismo no mercado financeiro deve se manter no curto prazo, aguardamos que a Bovespa siga com grande volatilidade e baixo volume financeiro nos próximos expedientes, já que os investidores estrangeiros continuam ausentes de nosso mercado", segundo relatório da SLW Corretora.

(Vanessa Correia - InvestNews)