Projeções de longo prazo continuam em queda na BM&F

SÃO PAULO, 25 de julho de 2008 - As projeções de juros dos contratos de Depósitos Interfinanceiros (DI) negociados na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F) continuam sinalizando queda nesta segunda etapa dos negócios nas taxas de longo prazo. O contrato de DI de janeiro de 2010, o mais líquido, passava de 14,86% para 14,79% após 217,4 mil negócios e giro de R$ 17,8 bilhões. Janeiro de 2009 apontava taxa de 13,68%, contra 13,71% do ajuste de ontem, com 120,2 mil negócios (R$ 11,3 bilhões). Janeiro de 2010 passava de 14,26% para 14,10%. No curto prazo, o DI para outubro deste ano mantinha taxa anual de 13,06%.

(Simone e Silva Bernardino - InvestNews)