Índices europeus encerram sem tendência

SÃO PAULO, 25 de julho de 2008 - O setor financeiro continua penalizando as praças mundiais. Na Europa, o setor teve perdas hoje e acompanha as baixas já registradas na Ásia e nos Estados Unidos. O setor financeiro norte-americano caiu ontem para o nível mais baixo dos últimos oito anos.

Em Londres, o índice FTSE-100 fechou com desvalorização de 0,18% aos 5.352 pontos. O DAX, da Bolsa de Frankfurt, perdeu 0,06% aos 6.436 pontos. Em Paris, o CAC 40 avançou 0,67%, aos 4.377 pontos. Na semana, o FTSE caiu 0,44%, o DAX subiu 3,20% e o CAC 40 ganhou 1,81%.

Na base desta queda estiveram as declarações do investidor Bill Gross, que estima que a crise do setor imobiliário vai levará prejuízos de US$ 1 bilhão nos bancos e corretoras.

Os receios de novos prejuízos se espalharam pelas bolsas asiáticas e européias. Na Austrália, o National Australia Bank caiu 13%, a maior queda desde 1987, devido a amortizações de ativos, no valor de US$ 795 milhões, provocados pelo subprime.

(Redação - InvestNews)