Inflação chega mais perto do teto da meta, prevê mercado

SÃO PAULO, 7 de julho de 2008 - Cada vez mais perto do teto da meta de inflação (6,5%) definida pelo governo federal, o mercado elevou pela 15ª semana seguida a previsão do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para este ano. De acordo com o Boletim Focus elaborado pelo Banco Central (BC) em 4 de julho, os analistas consultados apostam numa alta de 6,4% do IPCA ao final de 2008, acima da projeção feita na semana passada (6,3%). Já a estimativa para indicador em 12 meses avançou de 5,28% para 5,32%, enquanto a expectativa para o IPCA em 2009 subiu de 4,8% para 4,91%.

A previsão para o Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) foi elevada de 11,36% para 11,41%. A projeção para 12 meses caiu para 7,27%. Em 2009, o IGP-DI pode atingir 5,3%. A projeção para o Índice Geral de Preços ao Mercado (IGP-M) em 12 meses caiu de 6,79% para 6,77%; mas avançou de 11% para 11,25% em 2008; e saltou de 5,03% para 5,24% em 2009.

Para o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), apurado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe/USP), os analistas projetam inflação de 4,71% acumulada em 12 meses. Para 2008, a expectativa saiu de 5,85% para 6,33%. Em 2009, espera-se que o IPC-Fipe atinja 4,5%.

A projeção para os preços administrados - as tarifas públicas - subiu de 3,78% para 3,8% neste ano. Para 2009, a previsão saltou de 4,8% para 5%.

(Vanessa Stecanella - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais