Funcionários da Infraero podem paralisar atividades

SÃO PAULO, 4 de julho de 2008 - Os funcionários da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) realizam na manhã de hoje assembléia no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro. Essa é a última etapa de encontros que a categoria vem realizando no país desde o dia 2, para definir se paralisa as atividades a partir do dia 15.

De acordo com Francisco Lemos, presidente do Sindicato Nacional dos Aeroportuários, a greve será um protesto contra as medidas que viriam reduzir o poder de compra dos funcionários. Entre as medidas estão o aumento da parcela descontada dos trabalhadores nos benefícios concedidos como auxílios alimentação, saúde e transporte e a redução do percentual de cálculo de horas extras aos sábados, domingos e feriados, que passou de de 100% para 60%. ´Isso fere direitos obtidos em acordos coletivos´, afirmou Lemos.

O movimento também será uma forma de tentar elevar as correções salariais. ´A empresa está oferecendo reajuste de apenas 0,4%, enquanto nós do sindicato defendemos pelo menos a reposição da inflação em 13% ", disse Lemos.

As informações são da Agência Brasil.

(Redação - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais