Cruzeiro do Sul aposta em créditos consignados

SÃO PAULO, 4 de julho de 2008 - Para atender aos Institutos de Previdência de Estados e Municípios, que seguem o Regime Próprio de Previdência Social, o Banco Cruzeiro do Sul em parceria com a Verax Serviços Financeiros apostam no Fundo de Investimento em Direito Creditório (FIDC) oriundos de contratos de empréstimos, por meio de contratos de mútuo e cédulas de crédito bancário, concedidos pelo Banco Cruzeiro do Sul, denominado FIDC BCSul Verax.

Em 30 de maio deste ano, o fundo registrava patrimônio líquido de R$ 192 milhões. Nos últimos doze meses, o fundo contabilizava R$ 132 milhões em ativos. O rating do fundo é AAA, pela Austing Rating, e a aplicação mínima é de R$ 100 mil, com carência inicial para resgate e taxa de saída de 360 dias. O fundo persegue benchmark de 110%do CDI (Certificado de Depósito Interbancário).

Admite-se a ocorrência de resgate em data anterior ao vencimento do prazo de carência, desde que pelo valor em vigor na data da emissão respectiva, ou no dia da efetivação do resgate, prevalecendo o que for menor. Nesta hipótese, será cobrada taxa de saída equivalente a 5% sobre os valores resgatados, que será descontada no dia do pagamento do resgate. Neste caso, o pagamento do resgate será realizado em 30 dias após a solicitação do resgate pelo quotista.

(Angela Ferreira - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais