Barclays planeja levantar capital de US$ 8,9 bilhões

SÃO PAULO, 25 de junho de 2008 - O Barclays, quarto maior banco da Grã-Bretanha, planeja vender 4,5 bilhões de libras esterlinas (US$ 8,9 bilhões) em ações para investidores estrangeiros, uma vez que a instituição busca impulsionar o seu capital, atingido pela crise no mercado de crédito subprime ou de alto risco dos Estados Unidos.

A entidade financeira venderá 1,58 bilhão de novas ações para os fundos Qatar Investment Authority, Challenger e Temasek Holdings. As instituições financeiras China Development Bank e Sumitomo Mitsui Financial também participarão da compra, além de acionistas do próprio Barclays.

A entidade britânica levantará 4 bilhões de libras esterlinas, e venderá as novas ações a 282 pence cada. Já o restante, 500 milhões de libras esterlinas, serão conquistados com a venda de novas ações para os investidores estrangeiros, a 296 pence cada papel.

O Barclays segue seus concorrentes Royal Bank of Scotland e o HBOS na medida de levantar fundos, após o prejuízo mundial de US$ 399 bilhões relacionado à crise creditícia.

Na semana passada, o Sumitomo Mitsui Banking, instituição financeira japonesa, afirmou que poderia investir 100 bilhões de ienes no Barclays, com o objetivo de desenvolver projetos na área de serviços bancários em países asiáticos e administração de ativos.

(Redação - InvestNews)