Reforma tributária: relator só apresenta parecer se houver acordo

Agência Brasil

BRASÍLIA - O parecer da reforma tributária poderá ser apresentado à comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa o mérito da matéria, na próxima semana. A informação foi dada pelo relator da reforma, deputado Sandro Mabel (PR-GO). - A partir da próxima semana posso apresentar o parecer à comissão. A data da apresentação ainda não está definida - disse.

Mabel afirmou que, até lá, pretende manter conversas com líderes e com o presidente da Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), para verificar a disposição de se iniciar a votação da proposta no Plenário antes do recesso parlamentar de julho.

- Queremos fazer a reforma tributária de uma única vez. Se der para iniciar a votação no Plenário, no primeiro semestre, apresento o parecer, senão deixo para apresentá-lo depois - anunciou.

De acordo com o relator, se não der para iniciar a votação da reforma antes do recesso, ele usará esse tempo para buscar o entendimento com outros parlamentares sobre os pontos mais controversos da matéria. Para Mabel, seria uma situação ruim aprovar a reforma tributária na comissão e ela não ter continuidade no Plenário.

A comissão volta se reunir na terça-feira da próxima semana. A reunião de hoje foi cancelada por falta de quórum.

De acordo com o deputado Sandro Mabel, a proposta de reforma tributária vai dar mais segurança ao mercado e aos investidores. - A mudança mais substancial da reforma é a previsibilidade e a garantia para os investidores de que vai haver simplificação do sistema tributário em um prazo curto - avaliou.