United Airlines prevê demitir 950 pilotos

SÃO PAULO, 23 de junho de 2008 - A aérea norte-americana United Airlines prevê eliminar 950 postos de trabalho entre seu coletivo de pilotos até o final do próximo ano, como conseqüência de uma redução da frota, informou hoje a empresa.

O corte de postos começará a ser aplicado em setembro. Cerca de 100 pilotos receberão a notificação correspondente em meados de julho, explicou a companhia, que classificou o corte de emprego como "um dos passos difíceis, mas necessários, que devemos tomar para ajustar o tamanho de nosso negócio à realidade atual do mercado".

A empresa anunciou em 4 de junho que reduzirá em 14% sua capacidade nacional e eliminará entre 1.400 e 1.600 postos de trabalho assalariados e de gestão, devido às dificuldades que passa o setor de transporte aéreo pelos altos preços dos combustíveis.

A United, a segunda maior companhia aérea norte-americana, disse então que retirará cem aviões da frota, os mais antigos e menos eficientes em consumo de combustível, antes do fim do ano, e também se propõe a reduzir entre 3,5% e 4,5% sua capacidade internacional nesse mesmo período.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)