Setor de construção já precifica alta dos juros

SÃO PAULO, 4 de junho de 2008 - Os papéis de empresas ligadas ao setor de construção civil já precificaram, nesta terça-feira, uma possível alta dos juros, que deverá ser anunciada hoje, pelo Comitê de Política Monetária (Copom). Enquanto os papéis ordinários da Rossi Residencial recuaram 5,06%, as ações ordinárias da Cyrela Realty e Gafisa caíram 5,04% e 4,66%, respectivamente.

´Com certeza, o movimento registrado na segunda-feira significou uma precificação de alta dos juros. Aliás, qualquer possibilidade de alta da Selic costuma bater nos papéis. Mas, na minha opinião, a desvalorização registrada nesta terça-feira foi exagerada´, afirma Leonardo Cavarge, analista do setor de construção civil da Link Corretora.

Nem mesmo o acordo anunciado entre a Cyrela Brasil Realty e a Líder Construtora, uma das maiores empresas do setor em Minas Gerais, influenciou positivamente os papéis. A joint-venture, chamada de Líder-Cyrela, atuará no mercado de incorporação imobiliária residencial em todos os segmentos de renda, exclusivamente no estado de Minas Gerais e Distrito Federal. Com a sociedade, a estimativa de lançamento para 2008 é de cerca de R$ 400 milhões, enquanto que no ano seguinte, a perspectiva é de R$ 650 milhões.

´As incorporadoras e construtoras estão passando por um excelente momento. As vendas estão fortes e isso deverá repercutir nos resultados do segundo trimestre. Neste cenário, a queda dos papéis em função da alta dos juros não indica tendência´, diz analista do setor de construção civil da Link Corretora.

<CYRE> <GFSA>

(Vanessa Correia - InvestNews)