Acordo põe Brasil e Argentina em destaque

SÃO PAULO, 4 de junho de 2008 - O novo acordo automotivo assinado pelo Brasil e Argentina, com início de validade previsto para julho, colocará os dois países, conjuntamente, na quarta posição entre os maiores fabricantes de automóveis do mundo, segundo informações do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do Brasil.

Com o novo acordo, assinado na última semana, no ano 2013, quando Brasil e Argentina iniciarem o período de livre-comércio no segmento automotivo, espera-se que a produção conjunta dos países alcance 6 milhões de veículos - 5 milhões no Brasil e 1 milhão na Argentina.

Uma das principais cláusulas do acordo, o terceiro assinado entre os países desde 2000, é a criação de uma nova cota limite de importação, que foi estabelecida em favor da Argentina.

Atualmente, a exportação de US$ 100 em mercadoria para o outro país permite ao parceiro a importação de até US$ 195 sem pagamento do imposto de 35% sobre produtos importados. Com o novo acordo, o Brasil manterá esta cota, enquanto a Argentina a elevará para US$ 250, o que, espera-se, estimulará os investimentos no país.

(Redação - InvestNews)