Ryanair registra prejuízo de 64 milhões de euros

SÃO PAULO, 3 de junho de 2008 - A Ryanair Holdings, maior companhia aérea da Europa que atua no segmento de tarifas de baixo custo, obteve um prejuízo no quarto trimestre fiscal, após reavaliar uma ação na concorrente irlandesa Aer Lingus, e afirmou que não espera obter lucro neste ano, devido aos altos custos dos combustíveis.

A companhia registrou uma perda de ? 64 milhões (US$ 99 milhões) no trimestre encerrado em 31 de março, em relação ao lucro de ? 58,7 milhões obtidos no mesmo período do ano anterior. As vendas da empresa aumentaram 21%, para ? 590 milhões. Os analistas previam um lucro de ? 25,2 milhões, excluindo a depreciação de ? 91,6 milhões relacionada à Aer Lingus.

De acordo com a Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, sigla em inglês), ao menos doze companhias aéreas faliram nos últimos seis meses. A Ryanair, que tem sede em Dublin, na Irlanda, não está protegida contra os custos do combustível, o que a levou a cortar as despesas ao mesmo tempo em que reduz os preços das passagens para atrair mais clientes. A companhia ainda prevê para este ano um aumento de 5% das passagens aéreas.

(Redação - InvestNews)