Objetivo de equilíbrio orçamentário é adiado

SÃO PAULO, 2 de junho de 2008 - A Eurozona adiou hoje até 2012 o objetivo fixado de eliminar o déficit público para 15 países da União Européia que compartilham o espaço da moeda única. O prazo anterior era 2010.

"Recordo que o objetivo 2010 estava condicionado ao ciclo econômico", à conjuntura, afirmou o presidente do Eurogrupo, o primeiro-ministro luxemburguês Jean-Claude Juncker, depois de uma reunião em Frankfurt dos ministros de Finanças da zona euro.

Deste modo, Juncker reconheceu oficialmente o que se falava a boca pequena há várias semanas nos ministérios: que o objetivo de 2010 já não era possível em meio à degradação das perspectivas de crescimento na Europa.

Em abril de 2007, antes da chegada de Nicolas Sarkozy à presidência francesa, os ministros de Finanças da UE haviam se comprometido a eliminar o déficit público de seus países o mais tardar em 2010.

Mas apenas assumiu, Sarkozy havia pedido um adiamento até 2012, argumentando que o crescimento menor que o previsto em seu país afetava o ordenamento das contas públicas.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)