CVM estuda alterar Instrução 202

SÃO PAULO, 2 de junho de 2008 - Maria Helena Santana, presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) disse hoje durante o 10º Encontro Nacional de Relações com Investidores e Mercado de Capitais, que a CVM está revendo a Instrução 202 que trata sobre o registro de companhia aberta para negociação de seus valores mobiliários em bolsa de valores ou no mercado de balcão. "A idéia é encurtar prazos na concessão de registros. Além disso, estamos avaliando a possibilidade de dispensar a necessidade de registro de ofertas com esforço de venda muito restrito, como uma oferta privada", disse.

A presidente da CVM, embora sem citar quais serão efetivamente as alterações, afirmou que as mesmas deverão entrar em audiência pública no segundo semestre. Durante seu discurso, Maria Helena destacou que o principal desafio para os próximos dois anos é a convergência do atual padrão contábil e o IFRS. "O desafio se amplia quando pensamos nos prazos apertados que temos que trabalhar".

"Após dez anos de discussão sobre a área de Relações com Investidores (RI) - quando 1998 a realidade era quase só de empresas listadas na New York Stock Exchange - percebe-se que hoje somos capazes de crescer para as oportunidades", completa a presidente da CVM.

(Vanessa Correia - InvestNews)